Seguidores

sábado, 28 de abril de 2012

Carta 09 - O ramalhete parte II


                                                                    


Olá, meus queridos.
Recebi um comentário, que gostaria de dividir com vocês. Ele veio de uma grande e querida amiga, que é mestra nas artes do Lenormand! Diretamente da Itália, assim fala minha querida Odete Lopes Pinto, sobre a carta 09 do baralho cigano: ;)

"Fala das  realizações que chegam por meio de nossos esforços: pode ser uma medalha, um troféu, uma premiação por um trabalho bem feito (aplausos, Oscar). É mais um passo que se faz, um grau a mais para chegar, lá, onde queremos chegar...
...esta carta me saía cada vez que eu alcançava um pequeno sucesso...
Ela vinha me dizer que eu continuasse minha luta até alcançar o meu objetivo final...."

Achei esse "toque" fantástico... Faz realmente todo o sentido, que a carta dos momentos felizes venha também em forma de reconhecimento por nossos esforços. Afinal, poucos momentos são mais felizes do que quando vemos que nosso trabalho foi bem feito, e reconhecido como tal!
Odete é uma escritora, professora e leitora do Lenormand... Ela segue a escola europeia, mas, ainda assim, acho que essa interpretação pode ser, com vantagens, incorporada àquelas da escola brasileira. Aqui, tradicionalmente, atribuímos o sentido, de "honrarias e reconhecimento", à carta da Lua, o que na realidade, para mim, nunca fez muito sentido... Mas, isso também deverá ser avaliado por cada um em particular ;)

Obrigada, querida Odete, por permitir que eu reproduzisse, aqui, sua mensagem.
Beijos




                                                               


 





Há dois outros aspectos, sobre a carta do Ramalhete, que acho importante citar para que vocês possam fazer suas avaliações:

- Alguns estudiosos, do baralho cigano, ligam a carta 09 ao Orixá Nanã... 
Lembrando sempre que as cartas não são o melhor meio para se falar de Orixás, sugiro que antes de associar a carta 09 a Nanã, cada um, que tiver interesse pelo assunto, leia sobre esse Orixá tão particular e misterioso... E então decida se Nanã será ou não representada pelo ramalhete ou pela Dama de Espadas que está inserida nessa carta. Fica também a sugestão para que se pesquise sobre a Rainha de espadas na cartomancia com baralho comum.

- Muitos veem na carta do Ramalhete a figura da "outra" num relacionamento, provavelmente por representar a leveza dos momentos alegres ou a disposição para flertar e namorar... Eu, particularmente, não penso assim... Seria necessário que outras cartas, que indicassem rutura de relacionamento amoroso, perda ou desgaste, estivessem presentes para que o ramalhete pudesse sugerir uma "outra", no pedaço :) Na minha experiência, a figura da "outra", ou a traição dentro de um relacionamento, é melhor sugerida pela carta 07, a cobra (tomando-se os devidos cuidados, pela delicadeza da questão).





Que seu caminho seja coberto de flores!
Beijos

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Carta 09 - O ramalhete, o bouquet

Para começar, quero desejar que hoje você receba flores... Ou envie flores para alguém... Ou, melhor ainda, desejo-lhe ambas as coisas!

                                                              
Descrição: Flores mantidas juntas em forma de bouquet ou, em alguns decks, pode ser representada por um belo arranjo floral em um vaso. Geralmente o ramalhete é formado por mais de um tipo de flor. 

Significado: O ramalhete, para mim, é uma carta que anuncia os "presentes da vida": aqueles que nos chegam, pelas mãos de alguém, e alegram nosso coração, ou aqueles que simplesmente acontecem, e se tornam felizes lembranças, como a contemplação de um por de sol especialmente lindo, ou uma gostosa conversa com alguém que nos faz feliz.  Não tratamos, aqui, de eventos de grande impacto, que venham promover mudanças importantes na nossa vida, mas daquilo que torna a nossa caminhada feliz, aquece nosso coração e nos dá ânimo para irmos em frente. O ramalhete fala de tudo que nos faz sorrir, relaxar, dançar...  Representa os bons momentos, as presença de pessoas que nos fazem bem, a paquera, o encanto do início de uma relação amorosa.
O bouquet da noiva, representa aquele momento feliz, aquele dia... enquanto as alianças representam o compromisso de amor entre os noivos. Ao ser jogado, o bouquet "promete", a quem o pega, que em breve a pessoa irá ter um dia igual!
Se eu pudesse dar um conselho, seria: Aproveite, ao máximo, o momento... sem medo, culpa ou qualquer sentimento que possa representar um processo de auto sabotagem. Receba, com o coração aberto, esse presente da vida!  
Outra forma de viver um "momento bouquet", é oferecer flores... ou seja, proporcionar a alguém um momento feliz, já que, frequentemente, o ramalhete representa um acontecimento compartilhadoPor sua relação com o "momento", o ramalhete, assim como as flores, não terá longa duração, mas tem o potencial de se tornar eterno, enquanto lembrança. Algumas vezes poderá fornecer alguma semente que, se plantada, pode dar origem à algo mais durável.

                                                                      

No jogo com o Lenormand ou baralho cigano: Essa linda carta pode representar:
- Alegrias
- Presentes
- Beleza
- Momentos felizes compartilhados entre duas ou mais pessoas.
- Namoro, flirt
- Se estiver representando uma pessoa, a carta 09 fala de uma mulher bonita, encantadora, e bem cuidada.

Advertência: Dependendo da posição no jogo, e das cartas próximas, poderá ser um convite para que a gente perceba que flores podem nos chegar por mãos não confiáveis...  por exemplo:

cobra + ramalhete + nuvens = pode indicar que alguém se aproxima, vem com "flores", mas tem intenções bem diferentes, provocando confusão e algum sofrimento.

Polaridade: Carta positiva

Espiritualmente:
Pela alegria que expressa, algumas pessoas veem a carta do ramalhete como uma manifestação da energia cigana. Já outras preferem pensar que, a cigana por quem são acompanhadas, se manifesta pela carta das estrelas, ou pela da Lua... A experiência indicará como essa energia se comunica com você ;)


                                              

                                                                      
                                                                                               
  


                                                                 


Beijos carinhosos, e obrigada por virem alegrar este Blog!



                                                                         

                                                                            







sábado, 21 de abril de 2012

Carta 08 - O Caixão - parteII

                                                                    

Continuando nosso estudo da carta 08 do Lenormand...

Significados:
- Perda
- Algo chega ao fim
- Término de algo ou alguma situação que perdeu sua força vital, sua razão de existir ou seu propósito em nossas vidas. Normalmente essas situações já sinalizavam sua desvitalização.
- Transformação profunda, que se dá após uma perda que está além de qualquer possibilidade de reversão. Quando ela se dá, cria-se um vazio... Como já dissemos, a vida não gosta de vazios. Ela (a vida), e a carta dos finais, nos estimulam a recomeçar em moldes totalmente diferentes. Nada do que se perdeu poderá ser revivido, mas o espaço criado pela perda, deve ser preenchido com algo novo. É um convite a que, uma vez processada toda a dor, nos reinventemos. 
- Sinal para "deixarmos ir".
- Doença que vai "minando" as energias e resistências, com possibilidade de que a pessoa fique restrita ao leito por longo tempo.
- Possibilidade de morte física
- Morte simbólica que ocorre nos ritos iniciáticos.
- Tristeza profunda.



 "Na busca do conhecimento, todos os dias algo é adquirido,
    Na busca do tao (caminho), todos os dias algo é deixado para trás."

                                        Tao Te Ching (道德經), Cap. 48

 Polaridade: Carta negativa, mas que tem um potencial positivo, como acontece com várias cartas, sempre dependendo da sua posição no jogo, da pergunta que foi feita e das cartas próximas.
Imaginemos que a carta 08 (o caixão) venha logo após uma carta negativa e seja seguida de cartas positivas: Teríamos uma indicação que algo ruim, negativo, chega ao fim proporcionando a chegada de coisas boas e positivas.

Exemplo: cobra + nuvem + caixão + sol + cavaleiro

Numa leitura livre diríamos que traições, maledicências e falsidade, que geraram uma situação de confusão, indecisão, chegam ao fim. O sol volta a brilhar, as coisas se tornam claras e a pessoa está livre para usar sua energia e agir de forma firme e direcionada.

Esse arcano, assustador e riquíssimo, voltará a ser estudado em várias ocasiões. Não é possível esgotar a interpretação de qualquer carta do baralho cigano, com uma ou duas postagens :)

Que, Santa Sara, nossos guias e protetores, nos inspirem para que, diante do "vazio", possamos criar beleza e felicidade em nossas vidas, recriando-nos!
                                                                                

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Carta 08 - O caixão







 Considerações iniciais

Este é o arcano que, entre outras coisas, fala de perdas e términos. Algo se deteriora, perde sua força/energia, sua razão de existir, e por fim, aquilo que sobra (sem qualquer vitalidade), deve ser retirado do nosso convívio, e enterrado. O que foi perdido abrirá espaço para que algo surja em seu lugar... A vida não gosta de vazios, e o melhor a fazer é não lutar contra isso, permitindo que algo novo surja em nossa existência. Mas... isso leva tempo. O tempo para reconhecer a perda como definitiva, tempo para o luto, para a aceitação do fato e, finalmente, para permitir que algo surja, no lugar antes vazio.
Não podemos nos iludir: esse é um arcano que ao aparecer, num jogo, nos causa apreensão, e uma sensação de medo. Afinal, o que chegará ao fim? Um trabalho? Um amor? Nossas economias? Ou alguém? Vamos perder alguém para a morte?!? A morte... É, exatamente, ela a causa maior da perturbação que sentimos diante da carta do caixão, porque, convenhamos, a primeira coisa que nós - ou a maioria de nós ocidentais - tememos é a morte! Tememos a perda irreparável, a dor terrível e a assustadora realidade de nossa própria mortalidade. Tememos todas as coisas que são evocadas pela figura do caixão. No entanto, apenas algumas vezes, e diante de certas combinações de cartas, o arcano 08 assumirá o significado de morte física. Eu diria que, na minha experiência, isso ocorre em muito menor proporção, comparando-se aos casos em que a carta indica perda (sim!), mas não relacionada à morte de alguém, e sim ao término de algo com o que estamos envolvidos: Seja um projeto, um romance, um trabalho, uma amizade, seja nossa fé religiosa, ou mesmo nossa saúde, por doença grave, mas que não terá a morte como desfecho.
De qualquer forma, é um arcano que temos que aprender a aceitar, por traduzir, simbolicamente, algo cuja existência não pode ser ignorada. Na verdade, devemos ir além! Teremos que aprender a amá-lo como parte integrante, e fundamental, da existência, e da manutenção do processo criativo que perpetua a vida. Demolição x construção, nascimento x morte, vazio x preenchimento, são faces desse processo.  Coisa difícil, sim! Não há como negar: um caixão, é um caixão. Caixão soletra MORTE.
Como fazer, então, para estarmos em paz com essa carta? - à parte, é claro, de um trabalho interior, pessoal e intransferível, que nos habilite a encarar as perdas (por morte ou não), como fato inevitável, e finalmente ver a morte como um estado do "ser"... Mas isso, é claro, foge do nosso estudo...
O pouco que posso fazer é dar algumas dicas, para enfrentarmos a presença da carta 07, no jogo. ;)

- Sempre que for jogar, acalme-se, faça seus rituais e apenas concentre-se na pergunta, ou se for o caso de um jogo grande, tente manter a mente o mais "limpa" possível.
- Ao olhar a carta 8, veja onde se encontra (em que casa caiu), analise a carta de acordo com a pergunta formulada, ou sua posição no jogo. Estude as cartas que lhe estejam próximas.
- lembre-se que, dependendo das circunstâncias, a carta 08, pode trazer algo positivo: Quem poderia negar, por exemplo, que uma relação doentia chegando ao fim, trará alívio e possibilidade de cura?
- Lembre-se que o jogo nos fala muito do momento presente, e de uma tendência para as ocorrências do futuro, e que a ideia de destino, marcado e imutável, é discutível, em várias dimensões de ordem filosófica ou religiosa.
- Lembre-se de que, num grande número de vezes, o caixão não se refere à morte física!
Se a pergunta foi sobre a situação de alguém num emprego, por exemplo, não é caso para "viajarmos" e dizer que o chefe, ou o consulente, vai morrer e então não haverá mais emprego, com o qual nos preocupar... Ou, se no caso, a pergunta se referir a uma relação pessoal, ou qualquer sociedade, não é provável que a carta 08 fale da morte física de alguém, mas sim, do término da sociedade/relação pessoal, propriamente ditas.
- Se, por exemplo, a sua posição no jogo estiver ligada a um pedido de orientação, conselho, é impossível que Os Mestres ciganos, ou sua intuição, ou mais simplesmente "as cartas", estejam mandando o fulano se matar, ou não fazer nada, uma vez que o consulente vai "dessa prá melhor"! Provavelmente o conselho será para que haja uma analise sobre aquilo que, na vida da pessoa, deve ser "enterrado", por não ter mais utilidade e estar sendo um empecilho no seu desenvolvimento
- Se, no entanto, forem muitas as indicações de que possa haver morte física, devemos procurar a forma mais razoável de abordar o caso...

A provável morte é de alguém que está em mau estado de saúde, com alguma doença grave, ou idade avançada? Poderemos disser, sem ferir a ética, que o caso é muito delicado e que é hora do/a consulente esforçar-se, ao máximo, para estar presente com seu amor e solidadriedade, ajudando à pessoa amada nesse momento difícil...

Ou refere-se a alguém, ou ao próprio consulente,  que aparentemente está bem? Podemos, sugerir, delicada mas firmemente, que a pessoa procure um médico para um check up, já que alguma coisa, ainda imperceptível,  está ocorrendo e poderá ter graves consequências...

Enfim, acho que já dá para entender que, não precisamos mentir sobre a gravidade de uma situação, e nem vaticinar: É caso de morte! Até porque, esse é um assunto muito sério e, se fecharmos a questão, poderemos trazer mais prejuízo do que ajuda... Se houver a possibilidade, por menor que seja, de um milagre, ou de se evitar uma situação tão grave, isso acontecerá, mais facilmente, por uma ação positiva de amor, presença e enfrentamento tranquilo da situação - ou pela verdade sobre estado de saúde de alguém - do que pela dor e desespero antecipados.  Milagres acontecem? Esse é um assunto de foro íntimo. O visto nas cartas pode ser evitado? Isto é também  da esfera da crença pessoal, ou da experiência de cada um de nós. Mas ainda que não acreditemos em milagres, ou mudança de "destino", ou até que neguemos a possibilidade de estarmos cometendo um  erro de interpretação, uma coisa não pode ser negada: Não temos o direito de retirar, de quem nos procura, as armas necessárias para caminharem: um pouco de fé, alguma esperança e coração tranquilo. 
- Então devemos mentir? Não! Uma situação grave deve ser interpretada como tal. Dizemos que o caso é bastante grave e sugerimos cursos de ação que poderão ajudar ao consulente e à pessoa que possa estar de partida... e, entregamos o desfecho a Deus ou Deusa, ao destino, ou acaso (dependendo da nossa crença pessoal).
- O que foi visto se refere a alguém aparentemente são, incluindo-se aqui o próprio consulente? Maior valia terá um conselho (sério e firme) para que a pessoa em questão procure um médico, e tome certas precauções, do que enviar a pessoa à procura de um caixão e um lugar no cemitério... Assuntos ligados à nossa mortalidade são por demais sérios, delicados e perigosos para que nos tornemos arautos da morte. 
- Não vou dourar a pílula e dizer que o jogo (pelos nossos mentores, pela nossa percepção, pelo conhecimento inconsciente do nosso consulente) não seja capaz de prever a morte, porque isso ocorre, não frequentemente, mas ocorre. Também não vou usar lentes cor-de-rosa e dizer que nós nunca erramos, porque isso também acontece. Então, mais uma vez, levando-se à serio a situação, por sua óbvia gravidade, aliar ética ao bom senso e à prudência, é o caminho que eu seguiria.

Pausa para um café!... Eu preciso, e você?

terça-feira, 17 de abril de 2012

Exercícios com o arcano 07




Como sempre, os exercícios tem a finalidade de nos familiarizar com os conceitos já estudados, ligados aos sete arcanos, com os quais já entramos em contato: significado dos arcanos, polaridade, cartas tema.

Exercício I 

Carta 01 (o cavaleiro) e Carta 07 (a cobra)

Leitura livre - Exemplo:
Alguma ação é iniciada, algo se movimenta com um propósito, mas é preciso ficar atento para que alguém não atrapalhe a jornada, através de maledicências ou traições. Verificar se o "veneno" não vem da própria pessoa que inicia a ação. Traição ou autossabotagem?
Possibilidade que alguém esteja, ativa e propositalmente, impedindo que algo chegue às nossas mãos ou que alguém chegue a seu destino.

Invertendo as cartas:  A cobra + O cavaleiro.
Traição, problemas, em andamento. Ainda não podemos ver o perigo, mas ele está para chegar a qualquer momento. Devemos ficar a tentos à ação e interferência de terceiros.
Maledicência que se espalha rapidamente.
Algo provocará tensão e conflito, dentro de uma situação ou relação já estabelecida.
Agora é o perigo que vem ao nosso encontro, enquanto estamos aparentemente estabilizados em uma situação qualquer.

Leitura ligada a assuntos espirituais:
Carta 01 e carta 07:
Pode indicar que alguém inicia sua jornada dentro de algum conhecimento esotérico/tradição.

Invertendo:
carta 07 e carta 01
Algum conhecimento ou caminho iniciático exercerá forte atração sobre a pessoa.

Obs: A combinação cavaleiro e cobra, se for cabível, pode indicar pessoa que exerce forte atração sexual sobre nós. Colocamos, aqui, essa interpretação apenas para que não nos esqueçamos dessa "feição" da cobra. Mais uma vez, vamos lembrar que leituras, mais específicas, dependerão das outras cartas e das circunstâncias. Isto é, de um jogo! Aqui estamos apenas fazendo exercício livres.

ExemploII

Casa e cobra: pode indicar problemas e tensões, ou traições em ambiente de trabalho, escolar ou familiar. Alguém tem uma  fala "mansa" que esconde intenções não muito boas. Elemento que provoca discórdias.

cobra e casa: O mesmo que acima, mas aqui há a sugestão de que esse elemento desestabilizador  possa vir de fora.

Exemplo III

Nuvens e Cobra: Aqui temos uma situação confusa, indefinida, que causa dor e desalento, mas que passará e, ao passar revelará um inimigo, uma traição, ou um falso testemunho, que estava por trás do fato.

Cobra e nuvens: Muito parecido com o caso anterior, mas aqui temos um inimigo, cuja  ação pode estar clara antes de sermos jogados na crise.

Exemplo IV - Com carta temática
Ao usarmos uma carta como tema, ela estará em primeiro lugar, para "puxar" e reafirmar, o sentido da leitura. Então:

A árvore ( usada como representante da saúde) ou O navio (alguns usam essa carta para averiguarem a saúde) seguida da Cobra: Nesse caso poderemos pensar que algo, de aparecimento agudo, afetará a saúde ( agudo, rápido, à semelhança do bote da cobra).  Pode também representar algum profissional de saúde, como médico, enfermeiro, farmacêutico. Pode indicar alteração da libido.

Esses foram alguns exemplos de conversa entre as cartas. Espero que tenham sido úteis!

Obrigada, por terem vindo! :)


 



sábado, 14 de abril de 2012

Carta 07 - A cobra...parte II



                                                                     


 Para organizar o que foi visto ;)

A cobra ou serpente, tradicionalmente, tem uma polaridade negativa. Não é considerada como carta temática, e pode ter os seguintes significados:

- Traição
- Veneno
- Algo em nosso próprio íntimo que sabota ou envenena nossos projetos.
- Intrigas
- Pessoa falsa
- "A outra", num relacionamento.
- Atração sexual
- Estudos herméticos ou ligados à espiritualidade.
- Orixá Oxumarê - (como já dissemos, o Lenormand não é o meio ideal para a comunicação com os Orixás. Em alguns momentos, no entanto, podemos intuir que o arcano esteja dando uma "dica", um conselho,  apresentando-se como um Orixá... Mas devemos ser cuidadosos.)
- Pessoa em processo de buscar iluminação, equilíbrio, abertura de chacras, etc...pela "subida da Kundalini.  

Quando esse arcano riquíssimo aparecer no jogo:

- Se for um jogo grande, onde as casas estão marcadas, ver com muita atenção onde a carta 07 aparece. Ela poderá ter um significado positivo!

- Considerar sempre os aspectos éticos, e em caso de significado negativo, buscar sempre uma orientação sobre a melhor maneira da pessoa lidar com o fato. Isto, é claro, vale como orientação geral. O consulente não deve sair de uma consulta, com más notícias e sem uma orientação firme. Se houver dúvidas quanto ao significado, por exemplo: a cobra aponta, realmente, para uma terceira pessoa no relacionamento??? Ou poderia ser aviso de que alguma "fofoca" maldosa pode vir a atrapalhar a relação? Ou que haverá um período de grande tensão entre as pessoas? (estes são apenas exemplos), deve-se procurar elucidar o caso, por intermédio de retiradas adicionais. A dúvida permanece? Na, minha opinião a interpretação, então, deverá seguir um caminho mais geral, onde dizemos que algo está acontecendo e que não é bom para a relação,  complementando-se com a orientação dada pelo jogo. Todo esse cuidado, com a carta da cobra, é explicado se pensarmos o que, uma notícia de traição consumada, pode fazer à alguém! Não podemos mentir, se houver certeza, afinal a pessoa merece saber o que o jogo, dela, diz. Mas no caso de dúvida sincera, de nossa parte, prefiro o caminho da prudência, desde que isso não fira a ética.

 




A seguir, que tal fazermos alguns exercício?

Que sejamos sempre inspirados, por nossos guias, para tomarmos o caminho certo!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Carta 07 - A cobra.




Eis um arcano que suscita muitas dúvidas! Por que? Pela multiplicidade de significados que a Cobra/Serpente evoca, enquanto símbolo.  Alguns bem desagradáveis, outros nem tanto, e outros ainda, bastante belos...

Vejamos alguns deles...
- Perigo que nos surpreende... Afinal a cobra rasteja e muitas vezes não vemos sua aproximação.
- Traição, venha de amigo ou amiga.



- "a outra"
- Veneno.
- Mentiras e difamações.


 
                                                               







- Símbolo da Medicina (caduceu de Hermes)
- do conhecimento dito hermético (esotérico), a que só iniciados tinham acesso (na verdade agora muito já se transmite, se não tudo, do que era tido como privilégio dos iniciados)


- Tentação, pecado (serpente do paraíso)
- Busca de conhecimento.
- Kundalini e a busca pela iluminação
- A atração sexual.

                                                                                   

 - O eterno retorno, A eternidade, Os ciclos, O círculo, A criação e sua continuidade, A alquimia... Todos, estes, evocados pela figura da serpente que morde a própria cauda (Ouroboros/Oroboro)
- O andrógino, aquele que fecunda a si mesmo.
- A serpente que morde a própria cauda pode ser vista como síntese de todo o movimento incessante, que mantém a criação, mantendo a terra em seus movimentos de rotação e translação que mantém o planeta vivo.





- Pelo dito, o Orixá representado pela serpente, como nos ensina um Blog Maravilhoso, sobre Candombé:  http://ocandomble.wordpress.com

"Oxumaré (Òsùmàrè) é o orixá de todos os movimentos, de todos os ciclos. Se um dia Oxumaré perder suas forças o mundo acabará, porque o universo é dinâmico e a Terra também se encontra em constante movimento… Oxumaré mora no céu e vem à Terra visitar-nos através do arco-íris. Ele é uma grande cobra que envolve a Terra e o céu e assegura a unidade e a renovação do universo.Sintetiza a duplicidade de todo o ser: mortal (no corpo) e imortal (no espírito). Oxumaré mostra a necessidade do movimento da transformação." http://ocandomble.wordpress.com/os-orixas/oxumare/




Então como encarar a cobra? Repito, com bom senso. Somos pessoas que vivem no século XXI, em zonas urbanizadas, onde qualquer menção sobre cobra costuma assustar, já que não estamos acostumados a "escutar" o rastejar da dita. rsrsr... Pensamos logo em traição, no seu veneno, seu ataque covarde, nas pessoas que falam coisas que envenenam, azedam, estragam, nossos planos e sonhos. Onde frequentemente escutamos menções à " cobra criada", à "língua viperina", a "fulano/a é uma cobra", e por aí vai...  Sem falar da "da outra" , que costuma ser logo associada à cobra, nos jogos de baralho Cigano! Isso quanto a nós, mas, para dizer a verdade, não acredito que as pessoas, na época de Mlle. Lenormand, fossem, muito diferentes ;) ... 
Agora vamos ver a questão de um outro ponto de vista: Muitos de nós entramos, num sentido Junguiano, ou de fato, em contato com um ou mais significados que se pode atribuir ao Arcano 07, bem menos pragmáticos e que já foram citados... E então???
É necessário que estejamos atentos à pergunta, às circunstâncias e à posição em que a carta cai.

Por exemplo: Seria um absurdo dizermos para alguém, que pergunta sobre seu relacionamento amoroso que vai mal,  que tal acontece porque seu par é um andrógino, alquimista, filho de Oxumaré, e prestes a se formar em medicina... 
Da mesma forma, não vamos sair afirmando que existe outra/ outro no pedaço, sem a corroboração de outras cartas negativas...A cobra pode apenas querer dizer que, apesar do momento, existe muita atração sexual entre o casal.

Se a pergunta for a respeito de assuntos iniciáticos, por exemplo: irá, a pessoa X, conseguir tornar-se iniciada em alguma tradição? Convenhamos que não haverá o menor cabimento, dizer que: Alguém inventará mentiras porque está sexualmente atraído/a pelo/a mestre/a, e assim conseguirá envenenar a cabeça do possível iniciador, que por sinal é atraído/a pelo/a consulente. rsrsrs... Agora, se a pergunta for: por que estou sendo tratado/a, pelos meus colegas de estudos iniciáticos, de forma fria?  Por que não estou me sentindo à vontade nesse grupo? Nestes casos, a resposta poderá ser, realmente, relacionada à presença de alguém que está traindo a nossa confiança usando de palavras mentirosas e venenosas.

Se o arcano 07 sair como um conselho, não passará pela cabeça de ninguém dizer que o baralho sugere que a pessoa saia traindo seu par, ou falando mal da vida alheia para conseguir vantagens. Provavelmente isto será um conselho para que o/a consulente se dedique ao estudo de matéria iniciática, ou dedique-se à meditação para buscar equilíbrio, ou até que, pura e simplesmente, procure um médico!  Como saber? 

Vendo o jogo como um todo que faz sentido, se completa, e não se contradiz.

 Não vamos sugerir para alguém, em perfeita saúde, e interessado/a em aprender baralho cigano, que procure um médico. Da mesma forma que, seria um tanto absurdo dizer para alguém, passando por momento de desequilíbrio energético, ou problemas de saúde (vistos no jogo, ou relatados), que largue tudo para tornar um iniciado, desequilibrado, de alguma seita, religião, conhecimento esotérico, etc.. Ou que preste vestibular para medicina :)

Claro que estes são exemplos extremos, mas fortalecem a ideia de que o Lenormand responde àquilo  sobre o quê foi consultado.

Falando assim parece fácil, mas às vezes não é! Seja por problemas de interpretação ou questão ética. Em certos casos, quando nos deparamos com a carta 07, é necessário usar a intuição (aliás como sempre deve ser) e uma dose extra de prudência, recorrer à ajuda dos mestres ciganos, se for o caso, e avaliar o significado e a conduta ética requerida. (depois falaremos sobre isso em um post especial).

Continuaremos, no próximo post, o estudo desse arcano fascinante :)


terça-feira, 10 de abril de 2012

Carta 6 - As Nuvens.




   Carta 06 - As Nuvens, Os ventos

«A oeste, uma muralha de nuvens cada vez mais negras, mas de momento a atmosfera estava tão tranquila que nem uma erva mexia.» W.G. Sebald – Moments musicaux / da obra Campo Santo 


Descrição - Vemos uma paisagem, onde o único movimento que se adivinha está nas nuvens do céu. Em terra firme nada se move. Se no seu deck aparecem figuras, elas aparecerão como elementos imóveis que olham em direção às nuvens. As nuvens, no entanto, são desenhadas de modo a sugerir movimento, adivinhando-se, aqui, a força do vento que as empurra. Não vemos o sol, que se adivinha entre as nuvens.
Olhando atentamente, na maioria dos baralhos, vemos que há um conjunto de nuvens mais claras e outro formado por nuvens carregadas, escuras. É importante notar que há variações quanto à posição dos grupos: podemos ter nuvens carregadas à direita e claras à esquerda, ou vice versa, dependendo do deck. 

Significado: Como diz a frase de Sebald, sobre o solo a atmosfera é tão tranquila quem nem uma erva se mexe. O sol foi encoberto, as sombras descem sobre nós. Nada mais é claro, tudo que vemos parece indefinido. A indefinição dos contornos prejudica a avaliação do terreno e traz sentimentos que vão da indecisão, ao medo. O momento é de confusão, depressão, e tristeza, porque o melhor caminho não está claro... Afinal, no escuro todos os gatos são pardos, não é? Um tigre pode ser confundido com uma pedra, um gato pode tomar proporções de uma fera...
Quando estamos cercados de nuvens, podemos tomar o caminho errado ou, se permanecermos parados, poderemos estar sujeitos à tempestade, raios e trovões... E sabemos disso! O arcano das nuvens, nos oferece um desafio: Não esquecer que elas passarão graças ao vento, que nem sentimos, mas existe e movimenta as nuvens!  A luz voltará a tornar claros, todos os contornos, todos os caminhos, iluminando nossa capacidade de julgamento e escolha. 

No jogo: O arcano 06 pode significar:
- Momento passageiro de:
- confusão mental
- depressão e/ou medo
- tristeza e desalento.
- Momento quando os obstáculos não estão claros.
- Incapacidade de analisar a situação com clareza.
- Amigos e inimigos podem se confundir.
- Importante observar a carta que está ao lado das nuvens escuras, e aquela que está ao lado das claras. A carta que estiver ao lado das nuvens carregadas, apontará para a área/ assunto/ pessoa que sofrerá uma influência mais intensa, por um tempo mais longo. Já a carta que está ao lado das nuvens claras, aponta para uma área sujeita à influências mais leves.

Polaridade: Negativa.

Orixá: O que torna as nuvens passageiras? O que, mais cedo ou mais tarde, leva as sombras e permite que a luz volte? O vento! Assim a carta 06, não poderia deixar de representar Iansã! A senhora dos ventos que carregam as nuvens, e das tempestades que desfazem as nuvens carregadas.

 
Epahei, Oyá! Que Iansã, afaste as nuvens do nosso caminho, tornando nosso caminhar seguro, e garantindo nossa vitória nas batalhas!





                                                                 

Optchá, Santa Sara Kali,
Pelas forças das águas,
Pelos seus mistérios,
Pelas forças da natureza,
Nós, filhos do vento,
Das estrelas e da lua cheia,
Pedimos a senhora que
Esteja sempre ao nosso lado!



Exercício com cartas temáticas

Olá, meus queridos!
Pensei que antes de continuarmos o exame das cartas ciganas, poderíamos fazer mais um exercício, agora incluindo o conceito de carta temática!
Lembrem-se: Não é um jogo e portanto não haverá qualquer pergunta. A análise será geral e baseada nas características das cartas, como já fizemos antes. :)

Exercício 1

A árvore (05)                                                                                                     O navio (03)    

                                                                                                                                                                                                           
                                       
Carta 05- Carta Positiva, lenta, indica um processo que leva algum tempo, algo cresce, há necessidade de paciência, algo permanece. Nosso desenvolvimento pessoal em relação a algo, em particular, como crescimento em relação aos estudos, trabalho, vida financeira, ou onde quer que tenhamos que plantar cuidar e esperar. Carta temática: Nossa força vital, Nosso corpo energético,

carta 03 - Carta Positiva, indica mudanças que se darão ao longo de um tempo e que sofrerão interferências de circunstâncias externas. As mudanças apesar de lentas serão importantes e consistentes. Deslocamentos. Carta temática: Saúde, gestação, viagens, mudanças específicas (casa, trabalho, relação amorosa etc...)


1 - Análise, sem considerarmos o tema das cartas: Dentro de uma visão geral, temos algo que se desenvolvia lentamente, num processo de aperfeiçoamento/crescimento (05) e agora, a vida, as circunstâncias, o carma, ou até a vontade própria, farão com que esse aperfeiçoamento e crescimento, encontrem circunstâncias externas, com as quais deverá interagir para manter um rumo estabelecido. É hora de utilizar o que se conseguiu no processo, em frutos e energia, para enfrentar os desafios da vida. Essas, mesmas circunstâncias, poderão levar à mudanças de direção, correções  de rumo, ou até serem como um vento benéfico que impulsiona o movimento sem alterar o trajeto. De qualquer modo, ainda que sujeito à surpresas, o movimento agora é de deslocamento, por águas mais ou menos calmas, levando o navio à algum porto.  

Análise ao usarmos a primeira carta (05) como tema: Nossa força vital, a nossa energia, nossos recursos (05), serão utilizados em um importante movimento de mudança.  Essa mudança será feita ao longo de um tempo necessário para lidar com o inesperado, que poderá encurtar o tempo de "chegada" à uma nova posição, ou alongá-lo. Levando-se em consideração apenas essas duas cartas, poderemos dizer que a mudança na qual estaremos envolvidos será benéfica. ( 2 arcanos positivos)

2 - Agora vamos inverter: Temos o navio (03) seguido da árvore. Algum movimento/viagem em direção à coisas novas estava sendo feito e, por alguma razão, tornou-se necessário que o deslocamento fosse interrompido para que a energia, daquilo que se movimenta, seja restaurada, reequilibrada, e até reavaliada em relação custo energético/benefício que teremos ao continuar viagem.  Pode ser que para continuar a navegar, a gente tenha que dar um tempo para aprender, se especializar, enfim, crescer em algum aspecto, para que a viagem possa prosseguir. Levando-se em conta apenas as duas cartas, podemos dizer que, apesar de termos que interromper por algum tempo o deslocamento, ambas as cartas sendo positivas, indicam que essa parada será benéfica.

Análise ao usarmos a carta 03 como tema: Agora o tema é saúde/ gravidez, ou qualquer mudança específica. A saúde seguida da carta da árvore, aponta para a importância de mantermos nossas reservas energéticas, bem desenvolvidas e equilibradas. Também pode indicar que para se completar alguma mudança específica (ex. de casa, trabalho), devemos nos manter energeticamente equilibrados, já que haverá gasto de energia. Levando-se em consideração apenas essas duas cartas, (ambas positivas) poderíamos dizer que a saúde está florescendo... Ou seja, saúde em excelente fase, ou que teremos os recursos e força necessários para completar a mudança.

 
PS: Para quem está entrando em contato com as cartas, pela primeira vez, pode parecer complicado o processo de interação entre os arcanos, mas aos poucos as combinações irão se tornar mais claras. Eu prometo! rsrsrs ;)
Para isso iremos sempre intercalar teoria e exercícios.
Beijos
                                                                    
                                                                                        
Uma vez que estejamos à vontade com o aspecto teórico, ele deixa de nos preocupar e surge, então, o espaço para que a intuição e a criatividade se manifestem! 


Que nós tenhamos sempre muita saúde e energia para chegarmos ao destino desejado!
Que assim seja!

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Cartas tema...Um novo conceito.

Dentro do que vimos, até agora, encontramos cartas ditas: Positivas, Negativas e Neutras...

Positivas: Cavaleiro, Navio, Árvore
Negativa: Paus e Pedras (Trevo)
Neutra: Casa

Antes de prosseguirmos, quero introduzir o conceito de carta Tema ;)
Num jogo poderemos fazer perguntas específicas sobre temas como: saúde, trabalho, família, amor, dinheiro e etc... Uma das formas, de obter respostas, será separar uma carta que represente o tema da questão, reforçando, assim, o assunto que queremos explorar. Depois de embaralharmos, tendo a atenção voltada para questão, tiramos algumas cartas...(o número delas pode ser variável, como veremos mais tarde). Essas cartas formarão "uma frase" que falará sobre o tema.

Por que falar, agora sobre cartas temáticas?
Porque já entramos em contato com três delas ;)
A carta 03, a carta 04, e a carta 05!

As cartas do navio (03) e da árvore (05), além de temáticas, são positivas.
A carta da casa (04) é neutra e temática.

Como já dito, essas cartas representam assuntos/temas sobre os quais queremos orientação, esclarecimento... então a partir de agora, ao falarmos dos arcanos, diremos sua polaridade, e se ele se presta como carta tema. 
Do ponto de vista desse novo conceito, vamos analisar as cartas já estudadas.

- Carta 03 - Navio - Mudanças (transformações importantes, mudanças de casa, de trabalho, amor...) Saúde, viagens.

- Carta 04 - Casa - A casa enquanto construção, lar, família, local de trabalho, escola, igreja, templo, casa espiritual.

- Carta 05 - Árvore - Nossa energia como um todo (física, mental e espiritual). Nossa força vital.

Observações: Colocaremos aqui, no Blog, as cartas tema como aprendi e como as uso. Saibam que isso pode variar... O importante é partir de um método, e perceber se ele lhe serve. À medida que vamos caminhando, manterei as explicações dentro de uma tradição. Se houver outra forma (que eu conheça rsrs), de nos aproximarmos de algum arcano, ou conceito, isso será dito, mas não explorado, para que haja  uma coerência nos ensinamentos.  Reforço aqui a importância de não misturarmos métodos. No entanto, avisando a vocês que pode haver um outro olhar sobre o assunto, deixo lugar para suas próprias pesquisas, e escolhas, quando já tiverem bastante experiência... A ponto de perceber que para você, e o Lenormand, determinada carta se apresenta com algum significado diferente, particular. Na verdade já fizemos isso com a carta 02 que, como dissemos,  para nós é negativa e representa obstáculos, enquanto para outras escolas, representa sorte!  ;)

PS: Percebo que faltou relacionar todas as cartas com os Orixás... Então vamos lá:

01 - cavaleiro - Exú, pombo gira (mensageiro)
03- navio - Yemanjá (mar, maternidade)
05- árvore - Orixá Tempo - Irôko ( O tempo é representado, no Candomblé, como uma árvore muito antiga o que é coerente com o significado do arcano 05, que para crescer e dar frutos precisa de tempo!)

Até mais tarde!

Que o nosso caminhar seja sempre abençoado por nossos guias e protetores!


Optchá, ciganos!